Depois de ter conseguido apurar-se na primeira eliminatória, ao inverter uma desvantagem de duas bolas, já em casa, frente ao Penafiel, nas grandes penalidades (3-2), e de ter conseguido um empate (1-1) frente ao Marítimo na primeira jornada desta segunda fase, a equipa da Trofa, da Liga de Honra, venceu o Fátima, do mesmo escalão, com golos de Hélder Sousa (11), Reguila (81), na conversão de uma grande penalidade, e Williams (88).

Os trofenses terão agora de esperar pelo resultado do encontro entre o Fátima e o Marítimo, para saber quem passa à próxima fase da prova.

Hélder Sousa inaugurou o marcador aos 11 minutos, depois de um passe de Williams, que construiu uma boa jogada em parceria com Filipe Gonçalves.

Aos 74 minutos, o Trofense ainda animou os poucos adeptos que assistiram ao jogo, com uma jogada de contra-ataque que Reguila finalizou, depois de receber a bola de Silas. O árbitro bracarense Cosme Machado considerou que o avançado trofense recebeu a bola do brasileiro já em posição de fora de jogo e invalidou o golo.

Aos 80 minutos surgiu o lance polémico da partida, quando o árbitro considerou falta de Miguel Neves sobre Reguila. O avançado do Trofense converteu esta oportunidade em golo (81 minutos), num lance que deixou muitas dúvidas.

Com a vitória praticamente garantida, Williams aproveitou para estabelecer o resultado final, aos 88 minutos, após passe de Silas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.