A Taça de Portugal é o palco das surpresas onde as equipas ‘mais pequenas’ entram em campo para tentar surpreender ‘os mais fortes’. É um conto de David contra Golias do futebol. Na história da modalidade em Portugal, os ‘três grandes’ já foram alvos de grandes dissabores que ficam para história. Nestes casos, o mais prejudicado foi o FC Porto.

De acordo com as estatísticas, os ‘dragões’ são a equipa mais propícia a ser surpreendida por equipas de escalões inferiores. Em todas as participações, a equipa nortenha foi eliminado seis vezes por clubes de menores dimensões. A mais recente foi na época 2006/07. Na altura, a formação orientada por Jesualdo Ferreira perdeu em casa com o Atlético. A equipa lisboeta foi ao Estádio do Dragão ganhar por 1-0 com um golo de David.

O Atlético foi o mais recente tomba-gigantes, mas não foi o único clube do segundo escalão a vencer os ‘dragões’. Torreense (1998/99), Tirsense (1969/70), Barreirense (1947/48), Estoril (1943/44) e Vitória de Setúbal (1942/43) foram ‘carrascos’ dos ‘dragões’ da Taça de Portugal. Nas respetivas altura, todos os emblemas estavam na segunda divisão do futebol português.

Em Lisboa, Sporting e Benfica também já sofreram derrotas inesperadas na Taça de Portugal. A contagem dá ao clube leonino mais um ‘desaire’ do que os ‘encarnados’. O clube de Alvalade foi eliminado por quatro vezes por equipas de menor dimensão: Vitória de Setúbal ( 2003/04), Naval (2002/2003), Gil Vicente (1998/99) e Tirsense (1948/49) colocaram os ‘leões’ fora da corrida pelo troféu.

Neste tópico, os ‘encarnados’ sofrem apenas três ‘tombos’ com equipas de menor gabarito. Varzim (2006/07), Gondomar (2002/2003) e Vitória de Setúbal (1960/61) foram as formações do segundo escalão que terminaram precocemente o objetivo do Benfica de conquistar a Taça de Portugal.

Vitória de Setúbal: o ‘tomba-grandes’


Umas das constantes nas derrotas da Taça é a equipa sadina. O Vitória de Setúbal já conseguiu a proeza de derrotar os ‘três grandes’ em eliminatórias da Taça de Portugal.

Atualmente, o clube do Bonfim é presença habitual na primeira liga, no entanto, a vida já foi mais difícil para a equipa. Todas as eliminatórias ganhas pelos ‘sadinos’ a FC Porto, Benfica e Sporting chegaram numa altura em que estavam na segunda divisão.

O primeiro a cair perante a equipa de Setúbal foi o FC Porto. Em 1942, os ‘dragões’ foram derrotados de forma clara pelos ‘sadinos’. O resultado final marcou 7-0 a favor e colocou a equipa ‘azul e branca’ de fora.

Na época 1960/61 foi a vez de o Benfica ser eliminado pelos ‘sadinos’. Numa eliminatória a duas mãos, os ‘encarnados’ foram derrotados pelo resultado agregado de 5-4.

Já nos anos 2000, os ‘sadinos’ eliminaram o membro restante dos ‘três grandes’. Na temporada 2003/04, o sorteio ditou o encontro entre o Sporting e o Vitória de Setúbal em Alvalade. Apesar do apoio humano estar do lado leonino, os ‘sadinos’ seguiram para a fase seguinte deixando os ‘leões’ pelo caminho.

O Vitória de Setúbal é um dos clubes com mais história no futebol português e já conseguiu conquistar o troféu da Taça de Portugal por três ocasiões (1964/65, 1966/67 e 2004/05). Para além da prova ‘rainha’, os ‘sadinos’ venceram a primeira edição da Taça da Liga sob o comando de Carlos Carvalhal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.