Os jogadores, dirigentes e patrocinadores da Académica reuniram-se esta terça-feira, em Coimbra, num almoço de confraternização, menos de 48 horas depois da conquista da Taça de Portugal e da entrada direta na fase de grupos da Liga Europa.

«Ainda estamos a festejar com muita euforia, todas as pessoas vêm ter connosco e dão-nos os parabéns. Estamos constantemente a ser lembrados do que aconteceu no domingo, por isso ainda estamos um pouco em sobressalto pelo que se passou, que foi absolutamente fantástico», salientou o capitão Orlando, que recupera de uma lesão no tendão de Aquiles.

O defesa central, que atuou poucos minutos esta época devido às lesões, tem noção de que a conquista do troféu, graças à vitória sobre o Sporting por 1-0, irá celebrizar os jogadores da equipa «tanto ou mais que outras glórias» do passado da "Briosa".

Ricardo, o guarda-redes da Académica que manteve as suas redes intocáveis no jogo da final, disse que está a viver um «momento único» na sua carreira, ao acabar a época com «três jogos a titular, três vitórias, garantir a manutenção e ganhar a Taça de Portugal».

O almoço de hoje serviu também para o encerramento da época, embora os treinos ainda possam prolongar-se até sexta-feira, caso seja possível agendar, nesse dia, um jogo particular com a seleção de Angola, que vem estagiar em Portugal.

Segundo fonte do clube, a próxima época está a ser preparada em reuniões de trabalho, apesar de ainda não existirem informações quanto ao início da próxima época, nem o local de estágio.

Alguns atletas emprestados à "Briosa" devem regressar aos seus clubes de origem, como é o caso de Cédric e Adrien (Sporting), Abdoulaye (F.C. Porto), David Simão (Benfica) e Edinho (Málaga).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.