Depois da vitória por 3-2 sobre o FC Porto no Estádio do Dragão, o treinador do SC Braga mostrou-se irradiante com a exibição dos seus jogadores, não encontrando, inclusive, palavras para os descrever.

"Antes de mais, já não tenho palavras para os meus jogadores, por tudo, atitude, sequência de jogos, pela forma como têm batido. Hoje, sem defesa esquerdo. Com algumas limitações, fizemos um jogo fantástico, sobre dois prismas: aos 30 minutos fizemos o 3-0, com um jogo de grande qualidade; depois um jogo diferente a partir do momento em que ficámos reduzidos a dez. Obrigou-nos vestir o fato-macaco. Nunca nos desmembrámos. Foram todo estóicos, defendemos bem. Não digo se a vitória é justa ou não. Fizemos o que nos competia. Fico satisfeito que digam que a nossa equipa joga um bom futebol, mas ela tem outros argumentos. Com a sequência de jogos, a equipa perdeu na transição defensiva, mas ganha bolas porque é equilibrada", disse Carlos Carvalhal à TVI.

"Preparei um jogo da Taça e preparámos todos os jogos para tentar vencer. Pensar menos no destino e mais no caminho que nos vai fazer chegar até onde for possível. Há assimetrias evidentes, não nos vamos por em pé de igualdade com equipas que têm argumentos diferentes. Fomos obrigados a socorrer-nos de cinco jovens nos últimos dois jogos. Tenho uma equipa de grande caráter, isso tenho. Agora vamo-nos concentrar no dérbi com o V. Guimarães", acescentou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.