Rui Paulo Janota era um treinador satisfeito apesar da goleada sofrida frente ao FC Porto. O treinador reconheceu a diferença de valor dos dois conjuntos e disse que a equipacumpriu até ao primeiro golo.

«Começámos bem o jogo. A lição estava bem estudada e tapámos bem a baliza nos primeiros minutos, conseguindo mesmo alguma posse de bola. Depois, com o primeiro golo, a equipa desconcentrou-se e os golos foram acontecendo. É evidente que o FC Porto tem uma grande qualidade e notaram-se as nossas limitações. Gostávamos de ter marcado um golo para ter oferecido ao nosso público, mas os jogadores deram o máximo», reconheceu o treinador da equipa de Sintra.

O capitão Aguiar lamentou também não terem conseguido marcar um golo para oferecer aos sócios.

«A nossa tarefa era retardar o golo do FC Porto. A partir do golo começámos a quebrar e faltaram as forças. Foi uma festa para nós e foi uma vitória ter cá tanta gente. Faltou o golo para completar a festa», concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.