Jorge Jesus fez esta tarde a antevisão do jogo do Benfica com o Portimonense, que marca a estreia dos encarnados na presente edição da Taça de Portugal.

A atualidade encarnada foi hoje marcada pela notícia da alegada vontade de Eduardo deixar o clube, mas o técnico rejeita esse cenário e apela à paciência do internacional português. 

«O Eduardo não tem jogado. É verdade que ele tinha a ambição de jogar, porque tem valor para isso e para jogar na seleção. Conheço-o bem, é um dos melhores guarda-redes portugueses, se não for o melhor. Chegou em desvantagem, o Artur tem estado bem e tem de esperar a vez dele. Amanhã vai chegar a hora dele, porque eu vou pô-lo a jogar de início», afirmou o treinador do Benfica, em conferência de imprensa realizada no centro de estágio do Seixal.

Outro jogador que foi apontado como estando de saída do clube da Luz foi o argentino Enzo Pérez, algo que Jorge Jesus descarta devido à lesão grave do extremo: «Enzo Pérez é um jogador que está lesionado, foi operado, tem dois a três meses de recuperação e não tem condições para jogar neste momento nem no Benfica nem em nenhuma outra equipa do mundo. A saída é uma questão que não se põe.»

Já sobre a polémica de Ruben Amorim na chegada à seleção, onde o jogador se congratulava pela forma de pensar «diferente» entre Paulo Bento e Jorge Jesus, o técnico dos encarnados foi lacónico nos comentários, agora que o médio já voltou ao clube. «Conversei com o Ruben Amorim, como conversei com os outros jogadores que estiveram nas seleções», referiu. 

À margem do Benfica, o técnico de 57 anos comentou ainda o sorteio do adversário de Portugal no play-off de acesso ao Euro2012, que marcou um reencontro com a Bósnia-Herzegovina. «Vai ser um play-off difícil. A Bósnia tem bons jogadores», concluiu. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.