"Há que dar mérito ao FC Porto, fez um excelente jogo. Nós não existimos na primeira parte, foi muito má. Não pressionámos e estivemos ausentes.
O jogo ficou quase sentenciado na primeira parte", afirmou Carlos Carvalhal no flash-interview, explicando depois a reacção após o intervalo: "A ideia para a segunda parte era dar uma imagem diferente e tentar dar a volta, mas o Porto fez mais dois golos nas duas primeiras vezes que foi à baliza. Tentámos acabar com dignidade."

O técnico leonino foi ainda mais contundente na crítica à equipa: "Houve falta de agressividade, que custa-me a perceber. Temos de perceber o que é que acontece. Com o Braga fizemos um bom jogo."

Questionado sobre o futuro, o seu e o da equipa, Carlos Carvalhal não se alongou em comentários. "O futuro é o jogo com a Aadémica. Temos mais competições. Vamos tentar que a imagem da primeira parte não aconteça mais e que sirva de exemplo", concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.