"Queremos apurar-nos para as meias-finais e todo o grupo está muito motivado para atingir esse objectivo", disse Jesualdo Ferreira, em declarações reproduzidas no site oficial do FC Porto na Internet.

Este jogo encerra um ciclo de oito partidas iniciado a 2 de Janeiro, para a Taça de Portugal, Taça da Liga, Liga dos Campeões e Liga, no qual Jesualdo Ferreira fez "uma rotação de jogadores, pondo em campo vários que tinham sido menos utilizados".

Para o treinador portista, aproxima-se "outro mês decisivo, mas motivador" para todos os jogadores, numa altura em que não conta apenas com os suspensos Hulk e Sapuranru (emprestado), "pelas razões que se conhecem", e com um ou dois lesionados, caso contrário "o plantel estaria totalmente ao dispor".

Segundo Jesualdo Ferreira, o FC Porto tem "condições anímicas para enfrentar um jogo da dificuldade que este encerra, a eliminar", num estádio que "espera lotado", visto que a equipa "precisa do apoio dos adeptos, que fazem parte do grupo FC Porto, tal como os jogadores e a administração".

"O Sporting é um adversário forte, que está em fase ascensional, pelo que nunca será acessível", observou o técnico, que desvaloriza a derrota dos ‘leões’ em Braga, a qual "nada retira ao processo de desenvolvimento da equipa" sob a batuta de Carlos Carvalhal, mas assume o "favoritismo do FC Porto", lembrando que é "o actual detentor da Taça de Portugal".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.