Jorge Jesus fez, ao início da tarde desta sexta-feira, a antevisão do jogo com o Trofense, da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, que será jogado este sábado a partir das 20h15. O técnico do Benfica falou do seu futuro no clube, da estabilidade diretiva e ainda os prémios da I Liga em setembro.

Estabilidade diretiva: "Tem influência na tranquilidade de qualquer equipa. O Benfica ao longo dos anos era um clube com segurança total em relação às suas direções e isso dava uma estabilidade muito grande às equipas. Os clubes que andam em eleições ano a ano acabam quase sempre por nunca ganhar nada. É um dado, é um facto e agora esperamos que o Benfica tenha estabilidade para poder reorganizar-se, sempre numa perspectiva de crescimento. E isso vai dar segurança para os próximos anos. Mas estamos todos dependentes de resultados".

Possível renovação de contrato: "O treinador está dependente dos resultados. Não é um tema importante para mim neste momento. O importante é criar estabilidade e condições, porque as tenho aqui neste clube, não falta nada, para que o Benfica continue num patamar desportivo de conquista de objetivos. O treinador vive em função de resultados. Não são todos iguais, alguns têm mais crédito do que outros pelo seu passado, mas todos vivemos dia a dia. Isto começou agora. Isto não é como começa, é como acaba. Não é tema para se falar neste momento."

Jesus melhor treinador de setembro e Darwin melhor avançado e melhor jogador: "É em função da vida do treinador e da equipa. O Benfica tem estado ganhar e são situações normais pelos jogos que o Benfica tem feito. São coisas normais. Felizmente tenho tantos troféus que esse é mais um… que é importante, porque é tem a ver com o dia de um treinador e da equipa dele, que neste caso é o Benfica."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.