Jorge Jesus analisou o regresso à Amadora, depois do triunfo do Benfica sobre o Estrela da Amadora por 4-0.

Regresso ao terreno do Estrela

"É a minha terra, onde me apaixonei pelo futebol aos 11 anos. Não era nada disto antes, não havia bancadas. Está acima da média das outras equipas (no Campeonato de Portugal). Acredito que esta equipa tenha um campeonato para subir, para voltar à primeira, que é onde merece estar, pela cidade e pelo excelente relvado. É uma equipa taticamente bem trabalhada, mas os jogadores do Benfica levaram o jogo a sério. Sabíamos que se não estivéssemos concentrados podíamos ser surpreendidos. Os golos tiraram força anímica ao Estrela. Ganhámos normalmente. Depois do 1-0 as coisas ficaram normais e temos outra qualidade. Fizemos o que nos competia."

Clássico frente ao FC Porto e o confinamento

"O país vai confinar mas penso que o futebol tem sido exemplo de como temos de viver com a pandemia. As equipas de futebol são bolhas controladas, testamos pelo menos uma vez por semana, onde podemos estar à vontade. Fora das equipas, em casa, é mais complicado. Só se proibirem a movimentação das pessoas, pois o jogo não afeta. O futebol controla os atletas, controla a família deles, a família dos empregados."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.