Jorge Jesus voltou a ‘atacar’ os pisos sintéticos como aquele onde o Sporting venceu o Oleiros por 4-2 na terceira eliminatória da Taça de Portugal. No rescaldo do encontro no Estádio Municipal de Oleiros, o treinador do clube leonino mostrou-se desagrado com o piso.

“O piso e o espaço reduzido criou dificuldades, mas os golos ajudaram a que não aparecessem mais durante o jogo. Só quem não tem experiência é que não sabe a diferença de relva para o sintético. Quem tem um historial de lesões sabe que jogar num sintético agrava essas questões. O futebol tem de ser jogador em relva. Nem me venham falar de ‘relvados sintéticos’. Isso não existe. Nos sintéticos é plástico. Relva é relva. Plástico é Plástico”.

Recorde-se de que, antes do encontro com o Oleiros, Jorge Jesus já se tinha mostrado reservas em relação a jogar num sintético.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.