Os forasteiros, líderes da série E da III divisão (só com vitórias, 10 golos marcados e nenhum sofrido), dominaram quase toda a primeira parte, mas viram-se em desvantagem aos 43 minutos, quando o vietnamita Vinh apontou o seu primeiro golo em Portugal.

Os matosinhenses, da Liga principal, foram mais agressivos no segundo tempo e chegaram ao 2-0 por Fábio Espinho, aos 61 minutos, mas tiveram de sofrer até ao fim, já que Hugo reduziu para 2-1, apenas dois minutos depois.

O Leixões apresentou três alterações face ao “onze” habitual, com Nelson e Fábio Espinho a surgirem nos lugares de Benítez e Léo (lesionado), enquanto Pouga, de regresso após castigo, esteve ao lado de Cong Vinh no ataque, face à ausência de Tiago Cintra (com gripe).

Os visitantes elaboraram um sistema táctico com três centrais e apenas um homem na frente (5-4-1), mas entraram muito melhor no encontro, dominando quase toda a primeira parte.

Aos 43 minutos, na única situação de verdadeiro perigo de que dispôs, o Leixões chegou à vantagem: cruzamento na esquerda de Nelson e cabeceamento vitorioso do vietnamita Vinh, que se estreou a marcar em jogos oficiais em Portugal.

Na segunda parte, o Leixões apresentou outra atitude e, aos 61 minutos, aproveitando um erro de Canha, Pouga assistiu Fábio Espinho, que fez, sem dificuldades, o 2-0.

A eliminatória parecia resolvida, mas, dois minutos depois, Hugo aproveitou uma série de ressaltos para ficar cara a cara com Berger e reduzir para 2-1, resultado que se manteve até final.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.