Matheus Costa lamentou a derrota do Real Massamá esta quarta-feira diante do Benfica para a Taça de Portugal, mas salientou a prestação da equipa do Campeonato de Portugal.

Análise ao jogo: "É um resultado que não queríamos, obviamente, mas tenho de exaltar a minha equipa. Os meus colegas são uns guerreiros, aguentámos o máximo. O Benfica é uma das maiores equipas de Portugal, impuseram o ritmo deles e infelizmente não aguentámos, mas saímos de cabeça erguida porque o futebol é isto mesmo. Mostrámos que temos qualidade".

Diferenças para o Benfica: "A qualidade individual deles é maior, senão não estariam no Benfica. Tentámos o máximo, demos o melhor mas não deu. Mas foi um jogo que vamos levar para as nossas vidas e para as nossas carreiras. Mostrámos que o nosso escalão tem muita qualidade. Contra o Arouca e Olhanense tínhamos menos pressão e chegámos aos ‘oitavos’, mostrando que somos fortes".

Objetivo pessoal: "A minha ambição é chegar à primeira liga, se Deus me abençoar. Tenho fé".

O Benfica venceu o Real Massamá por 3-0 e assegurou a passagem aos quartos-de-final da Taça de Portugal. Os golos das 'águias' surgiram todos na segunda parte com Mitroglou a bisar. Jiménez fechou a contagem.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.