O treinador do Gil Vicente mostrou-se muito satisfeito pela qualificação 'histórica' da sua equipa para as meias-finais da Taça de Portugal, e deixou vincado que os seus jogadores vão manter os pés no chão na próxima eliminatória da competição onde o emblema gilista já não chegava desde 1976/1977.

"É um dia para recordar, é um dia histórico. Não ganhámos nada, as meias-finais terão ainda maior exigência mas isso não nos retira ambição. Vamos manter os pés no chão, não vamos ter qualquer atitude de sobranceria. Somos uma equipa jovem mas humilde", afirmou Nandinho à Sport TV.

"Os jogadores trabalharam muito, fomos melhores durante os 90 minutos, pese embora algum ascendente do Nacional na segunda parte, como lhe competia. As melhores ocasiões de golo foram nossas e podíamos ter sentenciado o jogo. A vitória assenta-nos bem", acrescentou o técnico do Gil Vicente.

"Além de termos excelentes profissionais, tivemos a sorte de reunir um grupo de homens com muito caráter", frisou o treinador da equipa de Barcelos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.