O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, não exclui a possibilidade de a final da Taça de Portugal se disputar noutro palco que não o Jamor. Afirma que essa «é uma circunstância que tem de ser sempre admitida».

«Temos estado atentos. Há um esforço muito grande do IPDJ no sentido de ter as melhores condições. Claro que está longe dos níveis de qualidade a que estamos habituados. Denota graves lacunas, aos níveis da segurança, da comodidade, da acessibilidade. A FPF fez um esforço acrescido de investimento, contratando uma equipa para criar condições ao nível do relvado», disse, à margem da homenagem a Jorge Mendes, que foi agraciado com o colar de Honra ao Mérito Desportivo, cerimónia que decorreu no estádio Nacional.

Apesar de considerar que o estádio Nacional «tem um ambiente próprio», as questões de «segurança, comodidade», bem como as «condições técnicas do relvado» levam o organismo a ter de avaliar a continuidade da prova naquele recinto.

Com a final deste ano a realizar-se domingo, Fernando Gomes só espera que «seja uma grande festa do futebol», já que vai ser disputada «por duas equipas de topo, com pergaminhos alargados na história do futebol».

A final da Taça de Portugal entre Sporting e Académica realiza-se domingo às 17h00.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.