Declarações de Ricardo Sá Pinto, treinador do SC Braga, à RTP, depois da derrota dos minhotos ante o Benfica por 2-1.

Análise ao jogo: "Não merecíamos perder. Tivemos qualidade de jogo, faltou eficácia. Os sócios têm que reconhecer isso, têm que reconhecer que esta equipa já fez grandes jogos. E esta fase não está a ser fácil. Construir jogo, como nós gostamos de fazer, custa muito mais do que destruir. Em 37 jogos já disputados, fizemos maioritariamente jogos fantásticos. Não podemos esquecer tudo aquilo de bom que já fizemos".

Danos do segundo golo: "Aceito o resultado na primeira parte, é justo, na segunda parte o Benfica entrou com força e energia para marcar no início e criou-nos dificuldades, estávamos preparados para os cruzamentos, controlámos o jogo interior e obrigámos o Benfica a jogar por fora. Com paciência íamos ter oportunidades, mas sofremos golo numa altura que não era merecido, não justificava, o golo não foi justo e limitou-nos as aspirações".

Análise à exibição: "A equipa está de parabéns, porque reagiu, sempre organizada, teve personalidade, justificámos algo mais. Tivemos a grande ocasião do Paulinho. Gostava que tivesse entrado, porque o desfecho podia ser outro".

Resultados dos últimos jogos em Portugal: "A equipa tem feito grandes jogos, com qualidade e coração, mas não é possível estar sempre bem, há que ter paciência com a equipa. Não conseguimos estar como queremos, quando não temos ganho, maioritariamente não somos eficazes e pagamos muito caro pelo erro, é o que tem feito a diferença, estamos insatisfeitos nessa competição".

Pedido aos adeptos: "Estamos todos tristes, mas espero que os sócios continuem a apoiar-nos. Todos unidos seremos mais fortes. Fizemos um trajeto extraordinário na Europa e agora é só preciso um bocado mais de paciência. Vamos fazer tudo para continuar a melhorar".

Braga irregular: "A equipa pode e deve ser mais regular no campeonato. Perdemos este jogo porque não fomos eficazes e tivemos uma desatenção. E no campeonato não estamos na posição que pretendemos. Mas temos tempo e espaço para melhorar, sendo mais eficazes".

O Benfica venceu, esta quarta-feira, o Sporting de Braga por 2-1 e apurou-se para os quartos de final da Taça de Portugal em futebol, num encontro em que esteve a perder, disputado no estádio da Luz, em Lisboa. Os 'arsenalistas' adiantaram-se no marcador aos 14 minutos, num autogolo do defesa-central 'encarnado' Ferro, mas o Benfica não demorou a responder e Pizzi, aos 18, restabeleceu a igualdade. Tiago Sá, aos 62, num lance infeliz, desviou para a sua própria baliza um remate de Vinicius, permitindo ao Benfica completar a reviravolta no marcador.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.