Com apenas 8742 espectadores em Alvalade, o Sporting efectuou uma das exibições mais fracas desta temporada. Longe das boas actuações que vinha assinando nos últimos encontros (pelo menos nas primeiras partes), a equipa leonina voltou aos erros de um passado que parecia esquecido.

O regresso de Liedson foi uma boa notícia que não se confirmou no relvado, uma vez que a presença do ‘Levezinho’ afastou Valdés do ataque, com quem estava a ter um óptimo entendimento com Postiga. E foi o herói da goleada de Portugal à selecção espanhola que podia ter dado outra história a este jogo, caso tivesse concretizado uma boa ocasião logo aos 6’, cabeceando ao lado da baliza de Cássio.

Frente a um Paços de Ferreira mais preocupado em atrasar o golo leonino do que em criar perigo para a baliza de Rui Patrício, o Sporting foi incapaz de imprimir um ritmo vivo e dinâmico, deixando-se contagiar por uma estranha passividade.

Apesar do maior domínio do jogo, faltava perigo ao Sporting. Seria Yannick a quebrar esta monotonia, com o golo já nos descontos da primeira parte, aproveitando uma falha defensiva do Paços que abriu demasiado espaço para o avançado leonino rematar para o 1-0 que resistiu até ao apito final.

O regresso após o intervalo fez relembrar o pior de desafios recentes, com o Sporting a recuar no terreno, defendendo uma vantagem magra frente a uma equipa que ganhou confiança e procurou pressionar, embora sem arte ou engenho para assustar Rui Patrício.

Lento, pouco agressivo e com a memória do que aconteceu com o V. Guimarães ainda presente, o Sporting assinou uma exibição fraca no segundo tempo, quase sem incomodar Cássio. Apenas dois contra-ataques já perto do apito final conseguiram ‘salvar a face’ do Leão. Por outro lado, Maykon quase fez o empate nos descontos, mas o remate ao lado foi o canto do cisne para o Paços de Ferreira, que, em abono da verdade, pouco fez para mudar a sua sorte.

O Sporting segue assim com justiça para a quinta eliminatória da Taça de Portugal, num dos jogos mais cinzentos dos leões nesta temporada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.