O FC Porto apresentou-se, este sábado, com oito jogadores que habitualmente não alinham no “onze tipo” de André Villas-Boas.

É verdade que os Dragões não apresentaram, no primeiro tempo, um futebol tão consistente como o habitual e dai estarem a vencer apenas por 2-0 frente a uma formação da terceira divisão.

O primeiro golo dos azuis e brancos surgiu ao minuto 9, por intermédio de Walter, após cruzamento da direita de Hulk e falha da defesa da turma de Ponte de Lima.

Os detentores do título colocaram outra bola dentro da baliza, ao minuto 35, mas a equipa de arbitragem anulou o golo a Varela por se encontrar em posição fora-de-jogo.

Mas o segundo verdadeiro golo surgiu perto do final do primeiro tempo, com Varela a voltar a mostrar dotes de matador perto da baliza. Neste lance nota para a grande jogada individual da direita e cruzamento de Rafa

Do lado do clube da vila mais antiga de Portugal, destaque para Pedro Tiba, que tem mostrado qualidades dignas de um atleta de escalões superiores do que a terceira divisão.

O Limianos não tem dado muito trabalho a Beto mas está no Dragão para jogar futebol, sem simulações e sem vestir a mascara de “coitado” do embate.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.