Os Estados Unidos impediram a Organização das Nações Unidas (ONU) de aceder a um pedido do Comité Olímpico Internacional (COI) de fornecimento de material desportivo à Coreia do Norte para os Jogos Olímpicos, anunciaram hoje fontes diplomáticas.

Numa carta citada pela agência de notícias France-Presse e com data de 03 de julho, o presidente do COI, Thomas Bach, pediu ao Comité de Sanções da ONU responsável pela Coreia do Norte autorização para fornecer material desportivo, “para ajudar atletas norte-coreanos a preparar-se para se qualificarem e para participarem nos Jogos Olímpicos”.

“Os Estados Unidos opuseram-se a essa transferência” de equipamentos desportivos, clarificou a missão diplomática norte-americana diante da ONU, na quarta-feira, numa mensagem dirigida ao Conselho de Segurança.

A Coreia do Norte está sujeita a uma série de sanções por parte da ONU como retaliação pelos programas de armamento nuclear e armamento convencional, considerados como uma ameaça à segurança internacional.

No âmbito do pacote de sanções em vigor, está proibida a exportação de produtos de luxo para Pyongyang, em que se incluem os equipamentos desportivos.

A Coreia do Norte enviou atletas para participarem nos Jogos Olímpicos de Inverno, em fevereiro, em Pyeongchang, na Coreia do Sul, uma iniciativa vista como atenuadora das tensões entre o país asiático e a comunidade internacional.

Os próximos Jogos Olímpicos de verão realizam-se em 2020 no Japão e a próxima competição olímpica de inverno vai ser organizada em 2022 pela China.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.