O presidente da Federação Portuguesa de Futebol lamentou hoje a morte do empresário Rui Nabeiro, recordando a sua ligação à modalidade e ao Campomaiorense, única equipa alentejana a chegar à final da Taça de Portugal.

"A sua ligação ao futebol fez-se através do clube da terra que o viu nascer, que com o seu apoio levou o Sporting Clube Campomaiorense ao escalão maior do nosso futebol e à final da Taça de Portugal sendo, até hoje, o primeiro e único emblema alentejano a estar presente na grande festa do Jamor", referiu Fernando Gomes.

O Campomaiorense chegou à final em 1998/99, que perdeu para o Beira-Mar, além de ter tido cinco presenças na I Liga.

Numa mensagem no site da FPF, o presidente do organismo recordou uma "personalidade relevante da sociedade portuguesa, empresário de enorme sucesso, homem de grande caráter e sentimento".

"Rui Nabeiro deixa-nos um legado precioso que o país deve valorizar e aproveitar. À família e aos amigos, fica a palavra possível de conforto e as mais sentidas condolências pessoas e da instituição que represento", disse Fernando Gomes.

O empresário Rui Nabeiro, fundador do Grupo Nabeiro - Delta Cafés, morreu hoje aos 91 anos, vítima de doença, no Hospital da Luz, em Lisboa, disse à Lusa fonte do grupo.

“É com profundo pesar que a família Nabeiro informa que faleceu hoje, dia 19 de março, o Comendador Manuel Rui Azinhais Nabeiro, presidente e fundador do Grupo Nabeiro – Delta Cafés”, pode ler-se num comunicado enviado pelo grupo.

O Comendador Rui Nabeiro “encontrava-se hospitalizado no Hospital da Luz, devido a problemas respiratórios”, acrescentou a mesma fonte, referindo que “a data e o programa das exéquias serão oportunamente comunicados”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.