O parlamento aprovou hoje uma resolução do PSD que pede ao Governo que o desporto seja incluído no acesso aos fundos europeus, quer através do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), quer do próximo quadro comunitário.

No projeto de resolução (sem força de lei), aprovado apenas com a abstenção do PS, o PSD sublinha que “o desporto em Portugal emprega diretamente mais de 75 mil pessoas e gera o equivalente a 1,13% do Produto Interno Bruto”, de acordo com um relatório europeu.

Assim, o PSD recomenda ao Governo que cumpra com uma resolução aprovada pelo Parlamento Europeu que “insta os Estados-Membros a assegurarem que os fundos nacionais de apoio, os fundos estruturais e os planos nacionais de recuperação e resiliência apoiem o setor do desporto”.

Os deputados do PSD pedem ainda ao executivo que implemente, no quadro dos fundos europeus, “programas e medidas específicas que assegurem a integração do setor do desporto nas linhas de financiamento e mecanismos extraordinários de apoio previstos a nível nacional e comunitário”.

O PSD quer também que o Governo crie uma linha de financiamento para a realização de eventos desportivos internacionais em Portugal e financie a implementação de um plano de valorização dos Centros de Alto Rendimento, apostando na sua promoção internacional.

Também aprovada - com votos contra do PS e abstenção do PAN - foi uma resolução da Iniciativa Liberal, apesar de já ter passado o prazo pedido pela recomendação: a retoma de todas as modalidades desportivas e abertura ao público de estádios, pavilhões e demais recintos desportivos durante o mês de abril, que já terminou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.