Um dos vice-presidentes do Comité Olímpico do Japão, Kozo Tashima, anunciou hoje ter acusado positivo ao novo coronavírus, num momento de crescente dúvida sobre a conveniência de organizar os Jogos Tóquio2020, perante a pandemia de Covid-19.

“Hoje, os meus resultados dos testes realizados para a despistagem do novo coronavírus foram positivos”, informou o ex-futebolista, em comunicado divulgado pela Federação Japonesa de Futebol, da qual Kozo Tashima, de 62 anos, também é presidente.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou cerca de 170 mil pessoas, das quais 6.850 morreram. Das pessoas infetadas em todo o mundo, mais de 75 mil recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 140 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Depois da China, que regista a maioria dos casos, a Europa tornou-se o epicentro da pandemia, com quase 60 mil infetados e pelo menos 2.684 mortos, o que levou vários países a adotarem medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Em Portugal há 331 pessoas infetadas, segundo o mais recente boletim diário da Direção-Geral da Saúde, tendo-se registado na segunda-feira a primeira morte.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.