A seleção de sub-16 do Brasil assegurou na quinta-feira a liderança do Grupo A da X edição dos Jogos da CPLP ao derrotar Cabo Verde por 2-0 em jogo da terceira e última jornada desta poule, disputado no Municipal Marcelo Leitão.

Numa partida na qual o selecionador canarinho, Kaué Roberto, surpreendeu a equipa técnica crioula, pela forma como montou um esquema tático diferente, ao fechar o seu meio campo, bloqueando as estratégias contrárias, Cabo Verde ficou apático.

O Brasil com jogadores de grandes escolas como Palmeira, São Paulo e Coríntias controlou perfeitamente o jogo e Cabo Verde teve pouco espaço para manobras.

Certo é que Cabo Verde assegurou o empate até ao intervalo, mas logo no reatamento do jogo Renatinho, inaugurou o "placard" com um remate certeiro para o fundo das redes da baliza de Orlando.

Moralizados com o golo, os brasileiros aumentaram o "score" aos sete minutos por Bruno.

O técnico nacional Djodje, lançou jogadores ofensivos e habituais titulares, mas que hoje foram relegados para o banco como Jean, António e Júnior, a equipa da casa teve espaços, mas "soube a pouco", porque os "tubarõezinhos azuis" erraram passes em demasias.

Com este resultado, o Brasil soma nove pontos em três jogos e Cabo Verde fica no segundo posto com seis pontos, ao consentir o seu primeiro desaire.

Já na primeira partida da tarde, entre duas equipas afastadas da semi-final, a seleção de Moçambique assinalou a sua primeira vitória nestes jogos ao bater São Tomé e Príncipe por 4-2.

Ao intervalo o "placard" registava um nulo a zero bolas, razão pela qual a segunda parte foi muito produtiva em golos: nada mais nada menos que seis.

Aos quatro minutos, Fábio abriu o marcador para os moçambicanos, equipa que viria a aumentar o "score" aos oito num auto-golo consentido por Vilme.

Na ponta final do jogo, com o tempo regulamentar de 70 minutos, Sávio reduziu aos 30 para a formação santomense, mas logo de imediato Yuran apontou o 3-1.

Na resposta, aos 31 minutos, Vilme apontara o segundo para a formação da linha do Equador, reduzindo para 0 2-3, mas no período de compensações, aos 37 minutos, Evson marcou o 4-2 e fechou a contagem.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.