Timor-Leste continua a surpreender no torneio de futebol dos VIII Jogos da CPLP. A seleção timorense bateu Cabo Verde por 3-2 e está na final, garantindo desde já uma medalha. Resta saber se será de ouro ou de prata.

Depois de ter vencido Moçambique e empatado com Angola, a formação timorense tinha frente a Cabo Verde um teste de fogo mas não se atemorizou e venceu de forma clara.

Os rapazes de Daniel Delgado entraram bem na partida, pressionado o adversário no seu meio-campo mas no primeiro remate à baliza, Timor-Leste fez golo. Livre lateral cobrado por Mateus dos Reis, com a bola a descrever um arco e a entrar na baliza do guarda-redes cabo-verdiano, Ivan Cruz.

Este não era o início que os cabo-verdianos tinham e mente e partir daí, a equipa desmoronou-se. Muitos passes falhados, muito futebol direto, enquanto que Timor-Leste ia controlando o jogo.

Com um futebol mais objetivo, com toques curtos e rápidos e lançamentos longos para a velocidade dos avançados, os timorenses iam tomando conta do encontro, perante o desnorte dos cabo-verdianos.  Na formação crioula, o médio Kevin Oliveira esteve muito apagado, ele que era o principal motor ofensivo da equipa. Ainda chegou a introduzir a bola na baliza mas o árbitro anulou o lance por suposto fora-de-jogo.

Ao intervalo era visível o nervosismo entre os atletas cabo-verdianos que voltaram para a segunda parte mais determinados. E podiam ter marcado logo no primeiro minuto. Ailton Duarte ganhou uma bola na esquerda, fletiu para o meio e remato cruzado, com o esférico a bater com estrondo no poste.

E aplicando a máxima de quem não marca, sofre, Timor-Leste fez o 2-0. Mais um passe longo para as costas da defensiva cabo-verdiana, o guarda-redes Ivan Cruz sai em falso, a bola sobra para o avançado Apolinário que rematou para a baliza deserta. Um duro golpe nas apirações cabo-verdianas e um golo que colocava Timor perto da final.

E a final ficou mais perto com o 3-0, a acontecer três minutos depois do segundo golo. Mais uma falha da defensiva cabo-verdiana, aproveitada por Feliciano que apareceu na cara de Ivan Cruz, a rematar colocado para o 3-0.

Cabo Verde ainda reduziu, primeiro por Yuri Mascarenhas, num remate já dentro da área e depois por Kevin Oliveira, na marcação de um livre, perto do final, mas já era tarde. No final a festa foi da formação asiática, muito apoiada nas bancadas pelos muitos adeptos que estiveram no Estádio do Complexo Desportivo de Mafra.

Timor-Leste garante desde já uma medalha, faltando saber se será de prata ou de ouro. A final do torneio de futebol está marcado para domingo. Angola ou Portugal, um deles  será o adversário de Timor-Leste.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.