O atirador João Costa anunciou hoje que desistiu da qualificação para os Jogos Olímpicos Tóquio2020, que vai decorrer em Osijek, na Croácia, durante o mês de maio, por ainda não ter sido vacinado contra a covid-19.

“Não irei por opção minha. Informei a Federação Portuguesa de Tiro em 30 de dezembro de 2020 que só iria a provas internacionais devidamente vacinado. É uma decisão minha, mas prezo mais a saúde. Mas não se preocupem que na seleção portuguesa alguns já têm anticorpos, tiveram covid-19 ou estão devidamente vacinados”, escreveu João Costa, na sua página no Facebook.

João Costa participou nas últimas cinco edições dos Jogos Olímpicos, tendo como melhores resultados os sétimos lugares no tiro com pistola a 10 metros em Sydney2000, na estreia, e em Londres2012.

“É com tristeza que informo que não irei participar no Campeonato da Europa de Ar/Bala em Osijek, na Croácia, onde iria participar nas provas de pistola a 10 metros, pistola standard, a 50 metros, 10 metros misto e nas provas de equipas. Deixa assim Portugal de participar em equipas em standard, 10 metros e 10 metros misto comigo”, revelou.

O atirador olímpico, militar de profissão, de 56 anos, explicou ainda que na prova masculina de tiro a 10 metros iria disputar uma vaga para Tóquio2020, nos Europeus, que vão ser disputados entre 20 de maio e 06 de junho, em Osijek, onde as suas competições decorreriam entre 21 e 31 de maio.

“Estarão assim atribuídas as vagas para os Jogos Olímpicos Tóquio2020, onde, depois de cinco participações consecutivas, não irei participar”, rematou.

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020 vão realizar-se de 23 de julho a 08 de agosto de 2021, depois de terem sido adiados devido à pandemia de covid-19.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.