O canoísta português estava desolado depois de ter falhado o objetivo de levar uma medalha para Portugal.

“É duro. Fiz tudo o que tinha ao meu alcance. Não tive sorte”, começou por dizer Fernando Pimenta aos jornalistas no Rio de Janeiro, num discurso que ia sendo interrompido pela emoção do atleta de Ponte de Lima.

Pimenta falou ainda de alguns fatores que condicionaram a sua participação na final de K1 1000 metros.

“Estava a sentir-me bem até aos 500 metros. Aos 400 metros apanhei umas algas, numa altura que estava a ganhar distância para os meus adversários”, referiu, acrescentado: “Isto é uma roleta e a bala saiu-me a mim.

Fernando Pimenta vai descansar para entrar em ação no K4 e com a promessa de que, em Tóquio2020, irá regressar ainda em melhor forma.

“O melhor Fernando Pimenta de sempre não chegou. Foram factores externos. Daqui a quatro anos há mais”, disse.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.