O Benfica falhou hoje a qualificação para as meias-finais da Super Globo de andebol, a decorrer em Dammam, na Arábia Saudita, ao perder por 29-28 com a formação egípcia do Al Ahly, num jogo com final dramático.

A estreante formação portuguesa no Mundial de clubes dispôs de uma oportunidade para empatar nos derradeiros segundos da partida e seguir para as meias-finais, mas o remate do sueco Jonas Kallman foi defendido por Abd Elrahman Sayed.

A formação ‘encarnada’, que cumpriu o segundo encontro consecutivo no torneio, enquanto o Al Ahly teve um dia de descanso, acusou algum cansaço, que se refletiu num jogo mais lento, pouco eficaz e a acumular erros em momentos decisivos.

O Benfica, detentor da Liga Europeia, entrou bem na partida, fez dois golos sem resposta, e cedo chegou a uma vantagem de três, aos 05-02, que o Al Ahly reduziu para apenas um aos 08-07, tirando partido de algum desacerto e falhas cometidas pela equipa ‘encarnada’.

A formação lusa, quase sempre em desvantagem devido às 10 exclusões registadas em todo o encontro, voltou a abrir para uma margem de três golos aos 10-07, mas os egípcios anularam a vantagem e passaram para o comando aos 12-11, com um parcial de 4-0.

Os ‘encarnados’ estiveram longos minutos sem marcar, após convertido o 11.º golo pelo sérvio Petar Djordjic, e perto do intervalo a atuação do guarda-redes espanhol Sergey Hernández foi determinante para travar o ascendente do Al Ahly.

Petar Djordjic e Belone Moreira marcaram os golos que permitiram ao Benfica anular a desvantagem e passar para a frente no termo da primeira parte (13-12), tendo ainda Sergey Hernández impedido o empate aos egípcios ao defender um livre de sete metros.

No capítulo dos livres de sete metros, o Benfica converteu dois dos três assinalados pela dupla de árbitros checa, enquanto o Al Ahly dispôs de 10 castigos máximos e converteu sete em golo.

No início da segunda parte, tal como aconteceu na primeira, o Benfica voltou a dispor de uma vantagem de três golos aos 17-14 e 19-16, que a formação egípcia, detentora da Taça das Taças de África, anulou com a boa articulação de jogo com o pivô.

Os problemas do Benfica na parte final do jogo agravaram-se com as desclassificações do pivô internacional português Alexis Borges e do ponta alemão Ole Rahmel, este último com o cartão vermelho direto, situação explorada pelo Al Ahly.

A 10 minutos do termo do encontro, o Benfica ainda se encontrava a vencer por dois golos (24-22), mas um parcial de três consecutivos levou o Al Ahly, apoiado por centenas de ruidosos adeptos, a passar para a frente do marcador aos 25-24.

A formação ‘encarnada’ esteve sempre a anular a vantagem mínima dos egípcios até ao final do encontro, altura em que o experiente sueco Jonas Kallman perdeu o duelo com o guarda-redes Abd Elrahman Sayed e falhou o empate que daria a qualificação.

O sérvio Peter Djordjic, com nove golos, foi o jogador ‘encarnado’ em destaque na concretização, seguido, à distância, pelo internacional português Belone Moreira e pelo alemão Ole Rahmel, ambos com cinco. Omar Khaled Hassan marcou oito para o Al Ahly.

Al Ahly, Egi – Benfica, Por, 29-28.

Jogo realizado no Dammam Sports Hall.

Ao intervalo: 12-13.

Sob a arbitragem de Vaclav Horacek e Jiri Novotny, da República Checa, as equipas alinharam e marcaram:

- Al Ahly (29): Abdelrahman Homayed (g.r.), Mohsen Mahmoud (4), Abd Elrahman Abdou, Abdelaziz Ashour (1), Saif Salaheldin (2), Omar Ali Dahroug (3) e Ibrahim El Masry. Jogaram ainda: Rady Ahmed (1), Mostafa Khalil (1), Ahmed Nasr Allah (1), Raul Nantes (1), Yasser Abdelwahed, Ahmed Mesilhy (7), Omar Khaled Hassan (8) e Abd Elrahman Sayed (g.r.).

Treinador: Ahmed Abouelela.

- Benfica (28): Serguey Hernández (g.r.), Adam Juhasz (2), Paulo Moreno (4), Ander Izquierdo, Arnaut Bingo, Leandro Semedo, Luciano Silva (1) e Petar Djordjic (9). Jogaram ainda: Jonas Kallman, Belone Moreira (5), Carlos Martins, Alexis Borges, Ole Rahmel (5), Demis Grigoras (2), Tadej Kljun e Gustavo Capdeville (g.r.).

Treinador: Chema Rodríguez.

Assistência: cerca de 2.100 espetadores.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.