O favoritismo para a ‘final-four’ da Taça de Portugal de andebol é repartido, consideraram hoje os ‘capitães’ de FC Porto, Sporting, Benfica e Madeira SAD, na antevisão à competição que decorre sábado e domingo em Matosinhos.

Os ‘dragões’, tricampeões nacionais e vencedores das últimas duas edições, entram na quadra às 15:30 para defrontar os madeirenses, que terminaram o campeonato no nono lugar, e, às 17:30, o dérbi lisboeta entre o Benfica, recém-vencedor da Liga Europeia, e o Sporting, segundo classificado do campeonato e clube com mais troféus da Taça de Portugal.

“Os menos favoritos somos nós, estamos perante os três grandes clubes portugueses, para nós é uma grande oportunidade jogar contra eles. A imprevisibilidade pode jogar a nosso favor e amanhã (sábado) vamos tentar ganhar ao FC Porto. Até fiquei mais perto da Taça, porque sou eu que a vou levar”, gracejou Nuno Silva, ‘capitão’ do Madeira SAD.

Por outro lado, Daymaro Salina, do FC Porto, refutou favoritismos e cansaço, argumentou que todas as equipas tiveram muitos jogos e salientou o “resultado histórico” do Benfica e o “grande campeonato” do Sporting, tal como do Madeira SAD.

“A expectativa que tenho é a que temos todos: ganhar a Taça [de Portugal]. Vai ser muito disputado, como tem sido sempre. As quatro equipas que aqui estão têm mérito, quem vai ganhar é a que cometer menos erros”, apontou.

O ‘capitão’ dos ‘leões’, Salvador Salvador, de apenas 20 anos, perspetivou um “grande jogo” contra as ‘águias', que vêm de uma “excelente conquista”, mas referiu que o Sporting vai com todo o foco para levantar o troféu e “concretizar” a época realizada.

“Nesta fase final da época temos um título em disputa que podemos conquistar. Neste modelo, sendo só um jogo, qualquer equipa pode ganhar, porque cada jogo tem uma história e todos os jogos são diferentes. Quem cometer menos erros e quem tiver atenção aos pormenores vai vencer”, indicou.

Por seu lado, Alexis Borges, o pivô da seleção nacional, concordou com as palavras de Daymaro Salina e rejeitou favoritismos, apesar de o Benfica ter celebrado a maior conquista nacional a nível de clubes, ao vencer o Magdeburgo (40-39 após prolongamento) na final da Liga Europeia.

“Todos estamos aqui não por uma questão de favoritismo, mas por mérito. Temos que fazer dois grandes jogos, ter um bom fim de semana e quem cometer menos erros é quem vai ganhar”, apontou.

A ‘final four’ da Taça de Portugal disputa-se no Centro de Desportos e Congressos, em Matosinhos, com a final agendada para domingo, às 18:00.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.