A Hungria venceu, esta sexta-feira, por 23-22 a Eslovénia no jogo de atribuição dos quinto e sexto lugares do Euro2024 de andebol, em Colónia, revertendo uma desvantagem de dois golos nos minutos finais com um parcial de três consecutivos.

Orientada pelo espanhol ex-Benfica Chema Rodriguez, a seleção húngara, que regista como melhor resultado internacional a medalha de prata no longínquo Mundial de 1986, alcançou na Alemanha a sua melhor posição em Europeus, superando o sexto lugar de 1998.

A Eslovénia, que afastou Portugal da discussão do quinto e sexto lugares, medalha de prata no Euro2004, quarta no Euro2020 e de bronze no Mundial2017, não conseguiu confirmar o favoritismo e sucumbiu nos cinco minutos finais do encontro.

A seleção eslovena entrou a liderar a partida até aos 5-2, mas a Hungria anulou a diferença de três golos e empatou aos 5-5, com um parcial de 3-0, e depois de sucessivas igualdades, passou para a frente por dois, aos 10-8.

Com o resultado em 11-10 favorável aos magiares, a Eslovénia impôs um parcial de 3-0 e passou para a frente aos 13-11, mas um golo de Zoran Ilic, a três segundos do fim da primeira parte, ainda permitiu à Hungria atingir o intervalo a perder só por um (13-12).

A cometer demasiadas faltas técnicas e com pouca eficácia na conversão dos livres de sete metros, com três marcados em oito tentativas, a Hungria passou por um período em que viu a Eslovénia ganhar ascendente no jogo e no marcador (16-14).

A Hungria anulou a diferença e empatou aos 16-16, após o que o encontrou passou por um período de sucessivas igualdades e vantagens mínimas para a Eslovénia, que a cinco minutos do final abriu para a uma diferença de dois golos (22-20).

Na parte final do jogo, em que a Eslovénia revelou o cansaço provocado pela decisiva vitória frente à tricampeã mundial Dinamarca (28-25), só deu Hungria, que, com um parcial de três golos, transformou uma desvantagem e dois num triunfo por um (23-22).

Bence Banhidi e Máté Lékai, com cinco golos, foram os jogadores húngaros em destaque na finalização, enquanto na Eslovénia esse papel foi repartido por Blaz Blagotinsek, Miha Zarabec e Aleks Vlah, todos com quatro.

O encontro de atribuição do quinto e sexto lugares antecede as meias-finais do Euro2024, na Arena de Colónia, com os seus 19.750 lugares completamente esgotados, entre a campeã olímpica França e a campeã europeia Suécia e a anfitriã Alemanha e a tricampeã mundial Dinamarca.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.