Miguel Laranjeiro foi hoje reeleito presidente da Federação de Andebol de Portugal (FAP), propondo-se a reforçar o papel da modalidade no panorama nacional no seu próximo mandato, que terá maiores desafios devido aos efeitos da covid-19.

O dirigente, que encabeçava a lista A, única concorrente às eleições dos órgãos sociais da FAP para o período 2020-2024, recolheu 37 votos entre os 43 delegados que participaram no ato eleitoral.

“O lema da nova candidatura foi “O nosso compromisso com o futuro – Determinação e Ambição”. É com a mesma ambição de sempre que iniciamos este novo mandato. Queremos uma gestão rigorosa, transparente e credível, promover o desenvolvimento do andebol, reforçando o seu papel no panorama nacional, uma aposta na Formação e na valorização das pessoas, desenvolver e aumentar a visibilidade da marca andebol”, declarou o presidente reeleito, citado no sítio oficial da FAP.

Miguel Laranjeiro reconheceu, no entanto, que os objetivos a que a sua direção se propõe não serão fáceis, “desde logo pelo que está a suceder com a pandemia” da covid-19.

“Os desafios são muito maiores do que se podia imaginar há algum tempo atrás, mas quero garantir-vos que a minha equipa está ainda mais determinada e com vontade de dar a volta. Vamos conseguir”, vincou.

O responsável federativo recordou ainda que, há quatro anos, na tomada de posse do anterior mandato, defendeu que “a competitividade do andebol português precisava de vencer desafios” e disse acreditar que Portugal era capaz de estar entre os melhores do mundo”.

“E conseguimos”, frisou, em referência à sexta posição alcançada em janeiro pela seleção portuguesa no Europeu de 2020, que valeu a Portugal a presença no torneio de qualificação para os Jogos Olímpicos Tóquio2020, e o apuramento para a fase final do Campeonato do Mundo, que vai decorrer no Egito, entre 14 e 31 de janeiro de 2021.

O ato eleitoral de hoje contou com a participação de 43 dos 53 delegados, o que corresponde a 81% de participação dos que compõem o atual mapa eleitoral, e que maioritariamente votaram por correspondência.

Também hoje, foram aprovados, por unanimidade, em Assembleia-Geral, o relatório e contas do exercício de 2019 e a concessão de poderes à direção da FAP para celebrar o “Contrato de Empréstimo ao abrigo da Linha de Apoio à Economia covid-19".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.