O selecionador nacional de andebol, Paulo Jorge Pereira, estabeleceu hoje como “grande objetivo” de Portugal o apuramento para o ‘main round’ do Euro2022, tendo em vista um acesso mais facilitado ao Mundial2023.

“Isto não é descer a ambição. O ‘main round’ é importantíssimo, porque nos garante não ter de disputar o primeiro ‘play-off’ de qualificação para o Mundial2023, que se realiza em março, e aproxima-nos dessa prova. Ou seja, vamos jogar este Europeu a pensar um pouco também no campeonato do Mundo”, enquadrou o técnico, em conferência de imprensa, pouco depois de ter divulgado a lista provisória dos 20 convocados.

Os ‘heróis do mar’ vão disputar pela sétima vez o campeonato da Europa, coorganizado por Hungria e Eslováquia, entre 13 e 30 de janeiro, tendo jogos marcados no Grupo B da ronda preliminar diante dos magiares, Islândia e Países Baixos, sempre em Budapeste.

“Passada a primeira ronda, estabeleceremos rapidamente outro propósito e diremos que queremos melhorar a nossa marca, que é o sexto lugar [obtido em 2020]. Se quisermos atingir alta performance, temos de estar com um certo grau de insatisfação, sabendo que os primeiros quatro classificados do ‘main round’ apuram-se diretamente para o Mundial. Se ficarmos nos 12 primeiros, só vamos ao segundo ‘play-off’, que será em abril”, frisou.

Portugal disputará a quarta fase final seguida, após o Europeu2020, o Mundial2021 e os Jogos Olímpicos Tóquio2020, mas Paulo Jorge Pereira ambiciona já igualar a ‘mão cheia’ de presenças em grandes torneios lograda no início do século, com três Europeus (2000, 2002 e 2004) e dois Mundiais (2001 e 2003), o último dos quais realizado em solo luso.

“No fundo, estamos sempre a tentar encontrar a melhor versão de nós próprios. A forma como estamos a treinar lembra-me o estado com que entrámos para o campeonato da Europa de 2020. Mal cheguei ao estágio, vi toda a malta com enorme vontade”, notou.

O central Miguel Martins (Pick Szeged), o pivô Tiago Rocha (Nancy), o guarda-redes Gustavo Capdeville (Benfica) e o lateral Alexandre Cavalcanti (Nantes) foram incluídos na lista provisória de 20 convocados para o Euro2022, depois de terem falhado o primeiro estágio em Rio Maior, de 27 a 30 de dezembro de 2021, devido à infeção por covid-19.

“Sinceramente, foi muito bom ter trabalhado em Angola e Tunísia, pois já estou um pouco habituado às coisas que sucedem no dia seguinte e temos de nos adaptar rapidamente. Aqui tem sido brutal. Cada dia há uma coisa diferente. Claro que vão existir seleções que normalmente sobressaem, mas hoje em dia os melhores vão ser sempre aqueles que melhor se adaptarem à mudança que vai acontecendo ao longo dos dias”, considerou.

A formação de Paulo Jorge Pereira regressou hoje ao trabalho sem limitações em Rio Maior, depois da passagem de ano, tendo ao dispor seis jogadores que alinham no estrangeiro e sete que se podem estrear em grandes competições de seleções.

“Refiz três vezes a convocatória inicial entre 20 e 22 de dezembro de 2021 e alterei o plano de treino ainda mais vezes. Foi muito cansativo. Um dia de cada vez, mas estamos a trabalhar muito bem. Vamos com o que temos de ir e tenho a certeza de que podem contar connosco. Vejo esta malta com tanta vontade e aquele brilhozinho nos olhos, que nos dá ainda mais vontade para continuarmos a entusiasmar toda a gente”, afiançou.

Face à inédita presença da equipa das ‘quinas’ no torneio olímpico, disputado no verão de 2021, saíram Humberto Gomes e Aléxis Borges, por opção técnica, enquanto Pedro Portela, Luís Frade, André Gomes e João Ferraz falham o Europeu2022 devido a lesão.

“Tendo em conta os atletas disponíveis, é a lista que eu quis. Perdemos dois malucos [André Gomes e Luís Frade], mas ganhámos outros. Conheço o Martim [Costa] há muitos anos e dá-nos coisas espetaculares em termos de tática individual. Vi o Daniel [Vieira] a fazer 10 golos pelo Avanca ao Benfica. Ambos têm um potencial espetacular e temos de lhes dar asas para voar e escancarar-lhes mais as portas”, concluiu Paulo Jorge Pereira.

O lote provisório vai ser reduzido de 20 para 18 jogadores até à viagem para a Suíça, marcada para 06 de janeiro, onde Portugal vai disputar a 49.ª Edição do Torneio Yellow Cup, em Winterthur, entre os dias 07 e 09, defrontando Montenegro, Suíça e Ucrânia.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.