A seleção portuguesa de andebol feminino perdeu hoje com a Grécia por 16-15, na terceira e última jornada do Grupo 3 de apuramento para o ‘play-off’ de acesso ao Mundial2019, ficando arredada da próxima fase.

Depois da derrota com a Bielorrússia (31-23) e da vitória com a Itália (34-20), a equipa das ‘quinas’ precisava de vencer e que as bielorrussas perdessem com as italianas para ser primeira classificada, ou de vencer para poder tentar ser a melhor segunda, mas o resultado ‘sorriu’ às anfitriãs da ‘poule’ 3.

Num jogo com poucos golos, a primeira parte foi muito fechada e as lusas chegaram ao intervalo a perder por5-4, antes de passarem para a frente nos primeiros minutos da etapa complementar, dando-se depois a reviravolta grega.

Patrícia Rodrigues e Soraia Lopes foram as melhores marcadoras lusas, com quatro golos cada, enquanto as gregas se concentraram na capacidade de Aikaterini Vafeiadou (oito golos).

O resultado deixa as gregas com quatro pontos no segundo lugar, e à espera do Bielorrússia-Itália, enquanto Portugal já sabe que será terceiro ou quarto na ‘poule’ e fica fora das possibilidades de apuramento.

“Depois de jogos de grande nível, fizemos um jogo péssimo. Marcar quatro golos numa parte diz bem da nossa inoperância ofensiva”, disse o selecionador, Ulisses Miguel Pereira, citado pela Federação Portuguesa de Andebol.

O técnico quer agora “analisar, treinar e melhorar”, depois do “pior jogo dos últimos quatro anos”, admitindo que as jogadoras “sentiram muito esta derrota”, mas que confia nas mesmas para “dar alegrias no futuro ao andebol feminino português”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.