O capitão da seleção portuguesa de andebol, Rui Silva, garantiu hoje que Portugal tem “ambição” para vencer no domingo o segundo jogo do ‘play-off’ de apuramento para o Mundial de 2023, e não em defender a vantagem.

“Não vimos à Suíça tentar controlar o jogo, sabemos da vantagem que temos, mas não vamos entrar em jogo a pensar nisso. Estamos aqui com a intenção de ganhar. É isso que fazemos em todos os jogos”, garantiu Rui Silva, citado pela assessoria da Federação de Andebol de Portugal.

No primeiro jogo, na quinta-feira, a seleção das ‘quinas’ venceu os helvéticos em Guimarães, por 33-26, e é assim que o capitão português encara o jogo de domingo, como parte de uma eliminatória em que é preciso dar “continuidade”.

“A chave para voltarmos a vencer será continuar a defender, como defendemos, principalmente na questão do ‘7×6’ deles, que é uma arma que eles têm, muito forte e que usam muito tempo durante o jogo”, disse ainda Rui Silva.

O internacional considera que toda a equipa portuguesa terá também de ter atenção à “transição defensiva”, acreditando que o adversário, com a obrigatoriedade de ganhar, procure “um jogo mais rápido”.

Uma ideia que é partilhada por António Areia, com o ponta direita a defender, tal como Rui Silva, que é preciso grandes argumentos defensivos para contrariar a vontade da Suíça em correr ‘atrás’ do marcador.

“Temos de nos focar naquilo que somos bons a fazer e que melhor fazemos. E depois, logicamente, ajustar algumas vertentes que não correram tão bem e, como disse, a recuperação defensiva, porque é normal uma equipa que esteja atrás de nós sete golos queira recuperar. De resto, temos que nos manter como fomos”, justificou.

Para o jogo de domingo, António Areia espera algo diferente do que aconteceu em Guimarães: “a Suíça irá entrar num estilo de jogo diferente, certamente, e acho que nós nos temos que preparar ainda melhor e ter a consciência de que eles estão com sete golos de diferença e têm que ir atrás do resultado”.

O jogo da segunda mão entre Suíça e Portugal disputa-se no domingo a partir das 13:30 (horas de Lisboa), com o vencedor da eliminatória a apurar-se para a final do ‘play-off’ com os Países Baixos, em abril, e cujo vencedor se apura para o Mundial de 2023, a decorrer entre 12 e 29 de janeiro, na Polónia e Suécia.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.