O selecionador português de andebol feminino, José António Silva, afirmou na segunda-feira que o objetivo é vencer o grupo na primeira fase de qualificação para o Euro2022, alertando para o perigo que os adversários podem causar, em especial o Kosovo.

A seleção feminina vai defrontar o Kosovo, Chipre e Luxemburgo na primeira fase de qualificação para o Europeu da modalidade e apenas o primeiro classificado do grupo segue em frente para a próxima fase de apuramento.

“Temos condições para ultrapassar os obstáculos, mas têm algum grau de dificuldade. A equipa que pode causar mais problemas é a equipa da casa, o Kosovo, que investiu na sua qualificação, mas estamos motivados para vencer a ‘poule’ de apuramento”, disse o selecionador.

José António Silva está de regresso ao trabalho com seleções, depois de trabalhar entre 1989 e 1997 com as camadas jovens femininas, conseguindo um sexto lugar no Mundial de juniores de 1997.

O selecionador, que orientou hoje o primeiro treino em Rio Maior, explica que vai aproveitar muito do trabalho do seu antecessor, Ulisses Pereira, e tentar efetuar alguns ajustes, acreditando que Portugal pode seguir em frente na competição.

“O Luxemburgo é uma equipa que está ao nosso alcance e temos todas as condições para arrancar uma boa vitória. O mesmo cenário se coloca frente à equipa cipriota”, afirmou, lembrando, contundo, que é necessário mostrar superioridade dentro do campo.

Em relação ao Kosovo, o técnico, de 56 anos, espera mais dificuldades, referindo que joga em casa e tem uma equipa mais evoluída.

“Algumas jogadoras têm experiência internacional e jogam em casa. Apesar de tudo, acredito que temos valor mais do que suficiente para ficar em primeiro lugar no grupo, o único que dá lugar para a próxima fase de apuramento”, salientou.

A jogadora Bebiana Sabino explicou que a mudança de selecionador altera sempre alguns aspetos na equipa, mas referiu que as perspetivas são “as melhores” e que todo o grupo de trabalho quer melhorar.

“A ambição do grupo é ganhar, de modo a apurarmo-nos para a próxima fase. Preparar da melhor forma e o pensamento só pode ser em vencer”, frisou a pivô do Colégio de Gaia.

José António Silva chamou 20 jogadores para esta fase de qualificação, com destaque para o regresso de Joana Resende, atleta que joga em França ao serviço do Paris 92 e que está recuperada de lesão, e para a integração de Ana Carolina Silva, lateral que atua no Alavarium.

A equipa lusa parte na quarta-feira para Pristina, no Kosovo. Portugal vai defrontar o Luxemburgo em 03 de junho, o Chipre no dia 04 de junho e encerra o apuramento no dia seguinte frente ao Kosovo.

Lista de 20 convocadas:

- Guarda-redes: Andreia Costa (Alavarium), Isabel Góis (Neckarsulmer, Ale) e Jéssica Ferreira (Clermont Auvergne, Fra).

- Pontas: Carolina Gomes (Benfica), Carolina Monteiro (Alavarium), Érica Tavares (Porriño, Esp) e Leonor Gonçalves (Alpendorada).

- Pivôs: Adriana Lage (Benfica), Bebiana Sabino (Colégio de Gaia), Juceleyde Cabral (Alavarium) e Soraia Fernandes (Alavarium).

- Laterais: Beatriz Sousa (Clermont Auvergne, Fra), Maria Pereira (Bad Wildungen, Ale), Mónica Soares (Porriño, Esp), Joana Resende (Paris 92, Fra), Ana Carolina Silva (Alavarium) e Sandra Santiago (Atlético Guardes, Esp).

- Centrais: Cristiana Morgado (Clermont Auvergne, Fra), Mariana Lopes (Bayer Leverkusen, Ale) e Patrícia Lima (Atlético Guardés, Esp).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.