A seleção portuguesa de andebol vai procurar “colocar muitas dificuldades” à favorita Espanha, disse hoje o selecionador José António Silva, na véspera do jogo de qualificação para o Europeu feminino de 2022, no Pavilhão Municipal de Paredes.

Portugal chegou a esta segunda fase de apuramento após vencer a pré-qualificação, no Kosovo, e integra o Grupo 5, juntamente com as poderosas seleções de Hungria e Espanha e ainda da Eslováquia, numa tarefa que o próprio selecionador reconheceu ser “muito difícil”.

“A Espanha e a Hungria são equipas do topo, sendo a Espanha a vice-campeã mundial. A nossa ambição, e a expectativa que temos, é fazer um bom jogo e colocar muitas dificuldades, tentando alcançar a vitória” disse José António Silva, na conferência de antevisão ao jogo de domingo.

Para o selecionador português, o caminho para alcançar no imediato um bom resultado passa por “jogar de forma perfeita, muito bem, e obrigar o adversário a jogar mal”.

“Sabemos o que temos de fazer, como abordar o jogo, as atletas estão empenhadíssimas, mas somos uma equipa em construção. Desde que cheguei à seleção, cumprimos (hoje) o sexto treino e podemos ter cinco ou seis minutos no jogo que nos podem ser fatais”, referiu o técnico, na esperança de que o público possa ser o contrapeso dessa menor experiência.

José António Silva recordou o jogo da primeira jornada, na Hungria, ganho pelas magiares, por 34-24, para dizer que “a determinada altura, a equipa húngara estava preocupada e o empurrão extra do público foi importante”.

“É importante criar um ambiente que seja favorável a um bom resultado. A diferença de potencial e de experiência é grande. Faremos o nosso trabalho, mas a força extra que poderá vir da bancada será muito positiva”, referiu o selecionador.

O jogo entre Portugal e Espanha realiza-se no domingo, no Pavilhão Municipal de Paredes, às 17:00, e vai ter uma lotação limitada a 1.000 espetadores, revelou o vice-presidente da Federação Portuguesa de Andebol.

Augusto Silva, que marcou presença no pavilhão multiusos para rubricar o protocolo com a autarquia paredense, representada pelo presidente Alexandre Almeida, falou “numa postura de responsabilidade”, elogiou o carinho do município pela modalidade, afirmando ainda “depositar muitas esperanças” no jogo diante da Espanha.

As duas primeiras equipas de cada grupo qualificam-se para o Campeonato da Europa de 2022.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.