Um golo de Mamadou Gassama a dois segundos do final do jogo deu hoje a vitória ao Sporting (29-28) frente aos suíços do Kadetten Schaffhausen na primeira jornada do grupo D da Liga Europeia de andebol.

Apesar dos ‘leões’ terem estado a correr atrás do resultado praticamente o jogo todo, no qual foi notória alguma falta de serenidade nos momento-chave, a verdade é que o triunfo acabou por cair para o lado da formação de Alvalade depois dos helvéticos terem estado com cinco golos de vantagem, já na segunda parte.

Os ‘leões’ entraram com o pé esquerdo no jogo e rapidamente se encontraram a perder por 2-0. Só depois dos seis minutos é que chegaram à igualdade, depois dos golos de Francisco Costa e Jonas Tidemand, tendo Francisco Tavares desperdiçado, pelo meio, um livre de sete metros.

Aos 12 minutos, Jens Schongarth colocou os vice-campeões nacionais na condição de vencedores e a partir daí o Sporting procurou ser mais cínico no ataque.

Contudo, apesar de pausar mais o jogo, foi sentindo grandes dificuldades para passar a barreira dos dois golos de vantagem até que, aos 20 minutos, depois de dois contra-ataques desperdiçados, os suíços restabeleceram a igualdade por intermédio de Marvin Lier (7-7) e, aos 21, Samuel Zehnder voltou a colocar o Kadetten a vencer (8-7).

Ao intervalo, o resultado era pesado para aquilo que o Sporting fez em campo, mas a verdade é que os helvéticos tiveram melhor organização defensiva, fator que foi fulcral, já que nas tentativas de chegar ao golo os ‘leões’ não se souberam reajustar e acabaram surpreendidos.

Na segunda parte, a vencer por três golos, o Kadetten procurou ‘deitar gelo’ no jogo, mas os golos de Edmilson Araújo, Salvador Salvador relançaram o encontro.

Tal como na primeira parte, quando o Sporting tentava chegar ao terceiro golo de vantagem, foi notória a falta de tranquilidade para conseguir igualar rapidamente o jogo. Exemplo disso é o remate não convertido de Jens Schongarth, aos 38, e que na jogada seguinte permitiu aos forasteiros fazerem o 14-12, por intermédio de Luka Maros.

Os cinco golos de vantagem (17-12), aos 41 minutos, permitiam à equipa orientada por Adalsteinn Eyjolfsson jogar com o cronómetro, com o objetivo de aproveitar os erros do Sporting.

Nos últimos 10 minutos, o jogo entrou numa fase mais física, com muitos contactos e muitas quedas, mas, ainda assim, o Sporting foi conseguindo amortecer a desvantagem e aos 54 estava a apenas um golo da igualdade (23-24) e que deixaria antever uma ponta final louca, até que Natàn Suárez, aos 55, fez o empate.

Daí até ao apito final foi ataque e resposta dos dois lados até que, a um minuto do final, Jonas Schelker colocou o Kadetten a vencer, e, a 17 segundos, Mamadou Gassama fez a igualdade (28-28), acabando por dar o triunfo aos ‘leões’ no cair do pano.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.