O judoca Anri Egutidze deveria hoje ter sido o primeiro dos portugueses a competir nos Europeus de judo, mas não marcou presença no tatami da O2 Arena, em Praga, depois de se ter ressentido fisicamente do ombro direito.

“No aquecimento, o Anri sentiu dificuldades no ombro e decidiu-se que seria melhor não forçar”, justificou à agência Lusa o presidente da Federação Portuguesa de Judo (FPJ), Jorge Fernandes, lembrando que o judoca foi operado ao ombro direito.

Egutidze, que compete na categoria de -81 kg, teve em fevereiro uma rotura no ombro, e aproveitou o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021, devido à pandemia da covid-19, para ser operado em maio.

Hoje, o judoca do Benfica (18.º do ranking mundial) deveria ter competido no seu quarto Europeu, no evento que decorre até sábado em Praga e no qual defrontaria o azeri Murad Fatiyev, que acabou por ser sétimo classificado nos -81 kg.

Com os Europeus de Lisboa agendados para o próximo ano, entre 30 de abril e 02 de maio, Egutidze terá agora na capital portuguesa uma segunda oportunidade para pontuar na prova continental e somar pontos na qualificação olímpica.

Hoje, também em Praga, a ainda júnior Joana Crisóstomo acabou por ser a mais bem classificada, terminando em sétimo lugar nos -70 kg, categoria em que venceu dois combates e perdeu outros dois, o último com suspeita de lesão no ippon sofrido.

“Foi mais o susto, a Joana está bem”, disse ainda à agência Lusa o presidente da FPJ, descartando o pior cenário em relação à judoca de 19 anos, que chegou a estes Europeus como ‘prémio’ pela medalha de prata conquistada no início de novembro nos Europeus de juniores.

Portugal entrou nos Europeus absolutos com 16 judocas, destacando-se a conquista na quinta-feira da medalha de prata por Telma Monteiro nos -57 kg, com a judoca a conquistar a 14.ª medalha em igual número de participações na competição.

No sábado, dia das categorias mais pesadas, a seleção lusa fecha a sua participação com a entrada em cena de Yahima Ramirez (-78 kg), Rochele Nunes (+78 kg) e Jorge Fonseca, o campeão mundial em título dos -100 kg.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.