O português Kevin Santos abdicou da Taça do Mundo de canoagem, em Szeged, na Hungria, devido a uma tendinite no ombro esquerdo, para não agravar a lesão antes da derradeira oportunidade de qualificação olímpica em K1 200 metros.

O canoísta luso participou na terceira eliminatória, apurando-se para a semifinal, porém, face às queixas no fim da regata, partilhadas com a equipa médica da Federação Portuguesa de Canoagem, a opção recaiu na não continuidade em prova.

Kevin Santos e Joana Vasconcelos, neste caso em K1 500, vão dispor na próxima semana da última oportunidade para chegar a Tóquio2020, precisando vencer a II Taça do Mundo, em Barnaul, na Rússia, a 3.600 quilómetros a este de Moscovo.

Fernando Pimenta em K1 1.000, Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela em K4 500 e Teresa Portela em K1 200 constituem a equipa já assegurada pela canoagem de velocidade para Tóquio2020, tal como Antoine Launay no slalom e Norberto Mourão (VL2) nos Jogos Paralímpicos, nos quais Alex Santos e Floriano Jesus decidem no sábado, entre si, na final de KL1, quem vai representar o país nesta categoria.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.