Os canoístas Teresa Portela (K1 200) e Hélder Silva e Nuno Silva (C2 1.000) apuraram-se hoje para as meias-finais dos mundiais, enquanto a ainda júnior Beatriz Barros (C1 200) falhou o objetivo em Racice, República Checa.

Hélder Silva e Nuno Silva cumpriram os serviços mínimos, passando com o sétimo posto na sua série, em 3.54,182 minutos, a 17,678 segundos dos italianos Daniele Santini e Luca Incollingo, que também disputam no sábado o acesso à final.

Um dia após qualificar-se para a final de K1 500, Teresa Portela limitou-se a gerir a eliminatória de K1 200, que passou em quarto lugar, com 50,759, a 0,356 segundos da sueca Linnea Stensils.

Ainda esta manhã, integrará o K4 500 com Joana Vasconcelos, Francisca Laia e Márcia Aldeias, em prova em que a primeira acede diretamente à final de domingo.

A ainda júnior Beatriz Barros precisava de ficar entre as seis primeiras para continuar em prova, mas foi apenas sétima e com isso concluiu a sua participação em C1 200: no sábado disputa a final B de C2 500 com Márcia Faria.

Também esta manhã, entra em ação o K4 500 de Emanuel Silva, João Ribeiro, David Fernandes e David Varela, que se estreou com um sexto lugar nos Europeus.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.