O norte-americano Obi Igbokwe, campeão da estafeta 4x400 metros dos Mundiais de atletismo de Doha em 2019, foi hoje suspenso por 30 meses por doping pela agência norte-americana antidopagem, a USADA.

O uso de esteroides anabólicos pelo atleta de 24 anos, que não chegou à final nos últimos mundiais, deixa-o de fora dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, adiados para este verão, e dos Mundiais de 2022.

"Igbokwe aceitou a suspensão pela violação das regras. Testou positivo a DHCMT e/ou outros esteroides anabólicos, detetados numa amostra de urina tomada fora de competição, em 26 de maio de 2020", pode ler-se na nota da USADA.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.