Carlos Nascimento conseguiu hoje a sua segunda melhor marca pessoal para vencer os 100 metros nos Campeonatos de Portugal, numa prova em que Diogo Antunes fez mínimos B para os Europeus de atletismo.

A demonstrar que a velocidade portuguesa está a atravessar um bom momento, Carlos Nascimento (Sporting) correu em 10,26 segundos, a 13 centésimos do seu recorde pessoal, conseguido em Braga, há cerca de duas semanas.

Sem Yazaldes Nascimento na final, para a qual estava apurado, que esteve em Leiria, Diogo Antunes (Benfica) foi segundo em 10,31 segundos, marca de qualificação B para os Europeus de Berlim.

"Esta foi uma prova que sabia ser muito difícil, pois o nível competitivo é muito alto, por isso, fazer aqui a minha segunda marca de sempre, nesta pista, em que os ventos são cruzados, foi muito bom", referiu Carlos Nascimento.

Para os Europeus de Berlim, em agosto, Carlos Nascimento não quer estabelecer metas, lembrando que ainda tem “mais algum treino, com os nacionais de clubes pelo meio, para tentar manter estes momentos de confiança”.

“Todos temos sonhos, mas não quero ir a pensar que farei isto ou aquilo. Já tenho alguma experiência internacional, nos outros escalões, com presenças nas finais em juniores e em sub-23, pelo que gostaria de manter esse currículo como sénior", referiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.