A fase de apuramento dos nacionais de clubes de atletismo, que decorre sábado, vai contar com mais de 1.000 atletas de 61 equipas em sete locais, assente num modelo inovador, segundo anunciou hoje a Federação Portuguesa da modalidade (FPA).

Devido à pandemia de covid-19, o organismo optou por criar um modelo diferente de competição, tendo escolhido sete lugares para acolher as provas em simultâneo, entre eles Braga, Leiria, Lisboa, Faro, Açores, Madeira e Aveiro.

“Foram muitas horas de trabalho, que implicou a análise de muitas recomendações e orientações das entidades sanitárias e desportivas nacionais e internacionais, e, posteriormente, a capacidade de as adaptar à nossa realidade, reinventando-a”, declarou o presidente da FPA, numa curta nota, acrescentando que o “número de equipas e atletas inscritos é surpreendente e desafiante”.

Jorge Vieira fala num “desafio acrescido em termos organizativos”, uma vez que a “competição se desenrola em sete pistas”, e admitiu que não “esperava ter o dobro de equipas inscritas”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.