A etíope Gudaf Tsegay bateu hoje o recorde do mundo dos 1.500 metros em pista coberta, com a marca de 3.53,09 minutos, no decorrer do 'meeting' de atletismo de Liévin.

A atleta, de 24 anos, retira mais de dois segundos ao anterior registo, da sua compatriota Genzebe Dibaba - 3.55,17, em fevereiro de 2014, em Karlsruhe (Alemanha).

Gudef Tsegay é uma meio-fundista que tem nos 1.500 metros a sua distância predileta, contando no palmarés com duas medalhas de bronze em grandes provas: nos Mundiais de pista coberta de Portland, em 2016, e nos Mundiais de Doha, em 2019.

O meio-fundo esteve em destaque em Liévin pelos resultados, já que este registo se junta ao recorde europeu de Jakob Ingerbritsen, nos 1.500 metros masculinos, e à excelente marca de Getnet Wale, nos 3.000 metros.

O etíope ficou a apenas oito centésimos do recorde mundial do queniano Daniel Komen, registando 7.24,98 minutos, à frente dos também etíopes Selemon Barega e Lamecha Girma.

Outra grande marca do 'meeting' foi registada nos 60 metros barreiras, através do norte-americano Grant Holloway, campeão mundial em título dos 110 metros barreiras.

Holloway, de 23 anos, é desde hoje o segundo mais rápido de sempre na especialidade, com 7,32 segundos, a dois centésimos do 'velho' recorde do britânico Colin Jackson, feito em 1994.

O atleta já tinha impressionado nas meias-finais, com 7,38, e confirma-se em grande forma em ano de Jogos Olímpicos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.