Jorge Vieira tomou hoje posse para um terceiro mandato como presidente da Federação Portuguesa de Atletismo e prometeu mais "trabalho e dedicação", porque "paixão não falta" para "deixar a modalidade melhor para os que virão depois".

Na cerimónia realizada no CAR do Jamor, Vieira, que será presidente da FPA até 2024, advogou mais investimento para as mudanças: "A mudança é possível e viável, não será fácil e só será possível com o contributo de todos."

Segundo o dirigente, o atletismo português "tem meios para dirigir a modalidade para as crianças", numa lógica de experiência positiva e não da pressão dos resultados, ligando o desporto escolar ao desporto federado.

O presidente reeleito advoga também ainda maior aposta no atletismo feminino e sustenta que "é preciso equipar melhor os locais de treino e dotar os treinadores e dirigentes com mais competências e conhecimentos".

Estiveram presentes na tomada de posse de Jorge Vieira e restantes órgãos sociais eleitos na FPA, os presidentes da Fundação do Desporto, Paulo Frischknecht, do Comité Paralímpico, José Manuel Lourenço, do Comité Olímpico, José Manuel Constantino, da Confederação do Desporto, Carlos Paulo Cardoso, e do presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude, Vítor Pataco.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.