A portuguesa Liliana Cá classificou-se hoje no terceiro lugar da prova de lançamento do disco do 'meeting' de atletismo de Berlim, disputado no estádio olímpico da capital alemã.

A atleta lusa, que foi quinta nos Jogos Olímpicos Tóquio2020 e também na recente final da Liga Diamante, conseguiu a marca de 62,45 metros, logo ao primeiro ensaio. Não viria a melhorar esse lançamento de entrada, marcando depois por mais três vezes acima dos 60 metros.

A prova foi totalmente dominada pela campeã de Tóquio2020, a norte-americana Valarie Allman, com o excelente lançamento de 71,16 metros, melhor marca mundial do ano e recorde da América.

A marca é a melhor dos últimos quatro anos e passa a ser a 19.ª de sempre, numa lista ainda dominada pelos registos obtidos nos anos 80 e 90 do século passado, essencialmente, por atletas da União Soviética e RDA.

No ‘top 10’, há nove marcas dos anos 80 e uma dos anos 90, e no ‘top 20’ são agora 18 marcas dessas décadas - as exceções são o registo de hoje de Allman e os 71,41 metros da croata Sandra Perkovic, em 2017.

No 'meeting' de Berlim, o segundo lugar foi para uma atleta local, Kristin Pudenz, com o registo de 64,52 metros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto