Lucinda Sousa foi hoje a melhor representante portuguesa no Campeonato do Mundo de ‘trail running’, ao terminar no 30.º lugar da classificação feminina da prova disputada no Lago de Annec, em França

A campeã portuguesa de ultratrail, natural de Gondomar, concluiu os 85 quilómetros da prova em 11:41.02 horas, gastando mais 2:10.03 horas do que a vencedora, a francesa Nathalie Mauclair. Susana Simões foi a 43.ªa a terminar a corrida, em 12:17.32, enquanto Ester Alves ainda está em prova.

No setor masculino, Hélder Ferreira foi o português mais bem classificado, com 64.º lugar, em 10:24.51 horas, a 2:08.13 horas do francês Sylvain Court, que se sagrou campeão do mundo.

Luís Mota terminou no 80.º posto, em 10:49.44, e Nuno Silva no 97.º, com o tempo de 11:25.54, numa prova em que Carlos Sá não chegou a alinhar, devido a uma lesão, que, segundo a Associação de Trail Running de Portugal (ATRP), “pode ter origem vascular”.

“Sendo o Carlos Sá o nosso atleta de referência, não podemos negar que esta situação representa um importante revés nas nossas aspirações classificavas, mas a decisão tomada foi obviamente no sentido da defesa da saúde e da integridade física do atleta”, lamentou a ATRP.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.