Marta Pen foi a primeira portuguesa a competir nos Campeonatos do Mundo de atletismo de Londres, nos 1.500 metros, e foi eliminada na ronda inicial da prova, sem conseguir a repescagem para as meias-finais que ambicionava.

A meio-fundista portuguesa correu na segunda das três séries, para ser oitava, com 4.10,22 minutos, fora das seis posições de apuramento direto - só que a sua série foi claramente a mais lenta e a repescagem ficou logo fora de causa.

Ainda tentou ir para a frente, para 'espicaçar' o ritmo, mas mais ninguém pareceu interessado numa corrida rápida, pelo que as melhores acabaram por centrar a sua estratégia no final da corrida.

Marta Pen entrou para a última volta no grupo da frente, mas numa posição interna, e quando o grupo 'esticou' acabou por ficar um pouco para trás.

A série seria ganha por Sifan Hassan, da Holanda, bronze há dois anos, à frente da campeã norte-americana Jenny Simpson (campeã mundial em 2011 e bronze nos Jogos do Rio2006) e da etíope Gudaf Tsegay, uma das mais rápidas do ano.

Nas outras séries as favoritas, como a etíope Genzege Dibaba, recordista mundial, ou a queniana Faith Kypiegon, campeã olímpica, também passaram, sem grandes problemas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.