Portugal parte com ambição de chegar a finais e a medalhas nos campeonatos mundiais de trampolins, que decorrem a partir de quarta-feira, em Sofia, nos quais terá representantes nas quatro variantes.

Nas competições de trampolim masculino individual, Portugal “tem ginastas muito experientes”, entre os quais o olímpico Diogo Abreu, e existe a expectativa de conseguir “três lugares nas semifinais” e “um, ou dois, na final”, admitiu o diretor técnico dos trampolins da Federação de Ginástica de Portugal (FGP).

Em declarações à agência Lusa, João Marques referiu que na vertente feminina, na qual também terá quatro ginastas, a ambição passa por conseguir ter “uma ou duas semifinalistas”.

O responsável admitiu que no trampolim feminino ainda não foi preenchida a vaga deixada por Ana Rente, que marcou presença nos Jogos Olímpicos Pequim2008, Londres2012 e Rio2016.

No trampolim sincronizado, Portugal terá dois pares de cada género e apresenta-se com ambição, já que a dupla Diogo Abreu/Pedro Ferreira foi a vencedora do ‘ranking’ mundial de Taças do Mundo, Ingrid Maior e Sofia Correia foram medalhas na prova da Taça do Mundo, disputada em Coimbra.

“Nesta competição há sempre uma boa dose de imprevisibilidade, os trampolins são dos poucos desportos que não permitem retomar o exercício quando se falha”, lembrou João Marques, admitindo a “dificuldade de fazer prognósticos”.

No duplo minitrampolim masculino, Portugal apresenta-se com quatro ginastas, entre os quais Diogo Cabral, vice-campeão do Mundo.

“Esperamos bons resultados, apesar do Diogo estar com uma pequena lesão. Qualquer um dos outros também pode ser finalista e, eventualmente, podemos chegar às medalhas”, afirmou o diretor técnico.

Na vertente feminina, Diana Gago também é candidata a uma medalha, depois de ter sido quarta nos Jogos Mundiais e medalha de bronze nos Europeus de 2022.

Portugal, que vai estar representado nas competições por equipas de duplo minitrampolim, participará nas provas de tumbling masculino e feminino.

No concurso completo (all-around), que contará com um representante de cada categoria, o objetivo é, defendeu João Marques, “a final”, pois Portugal quer “regressar às medalhas”, depois de ter sido vice-campeão em 2018.

Depois do final das provas de trampolins, agendado para sábado, começas a competição mundial por grupos de idades, que reúne ginastas entre os 11 e os 21 anos, nas quais Portugal terá 74 representantes.

Lista de convocados:

- Trampolim feminino: Catarina Nunes (LGC), Ingrid Maior (GCV), Mariana Carvalho (GSC) e Sofia Correia (SCP).

- Trampolim masculino: Diogo Abreu (SCP), Lucas Santos (SCP), Pedro Ferreira (SCP) e Ruben Tavares (SCP).

- Tumbling feminino: Bruna Pinelas (SFEM), Inês Grácio (VFC), Margarida Agostinho (SFEM) e Matilde Girão (GMNA).

- Tumbling masculino: André Palma (SFEM), João Saraiva (AAC), Rafael Pinheiro (GMNA) e Vasco Peso (SFEM).

- Duplo minitrampolim feminino: Diana Gago (GCMO), Margarida Carreiro (SAR), Maria Carvalho (LGC) e Rita Abrantes (AAC).

- Duplo minitrampolim masculino: André Dias (APAGL), Diogo Cabral (AAE), João Félix (SCP) e José Domingues (SCP).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.