A queniana Sandrafelis Chebet Tuei e o etíope Belay Bezabh venceram hoje a São Silvestre de São Paulo, repetindo o triunfo de 2018 numa das mais importantes corridas de fim de ano a nível mundial.

Depois da corrida de 2020 ter sido cancelada, devido à covid-19, a edição de 2021 foi corrida graças a um apertado protocolo sanitário e com apenas 20.000 inscritos, menos 10.000 do que os habituais.

Na 96.ª edição da São Silvestre de São Paulo, Chebet Tuei impôs-se na prova feminina, terminando os 15 quilómetros em 50.06 minutos, com uma larga vantagem sobre a etíope Yenenesh Dinkesa (51.26) e a brasileira Jennifer Nascimento (53.32).

A corrida masculina foi mais equilibrada, com o brasileiro Daniel Nascimento (45.09) a fazer crer num triunfo de um atleta da casa, mas não foi capaz de seguir o ritmo de Belay Bezabh (44.54) na subida da Avenida Brigadeiro.

O boliviano Héctor Flores (45.15) foi o terceiro a cortar a meta na Avenida Paulista.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.