A Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago quer que a “Kurida na Bersu” (Corrida ao Berço), competição nacional e municipal, instituída em 2012, evolua para um evento que tenha participação de atletas internacionais.

A informação foi avançada este sábado, na Cidade da Velha, pelo presidente da Câmara, Manuel de Pina, após a sexta edição da corrida ter contado com a participação de uma centena de atletas do concelho e a nível nacional.

De acordo com Manuel de Pina, a edilidade tem apostado todos os anos para que a prova melhore tendo em conta que é já é uma “marca”. Com efeito, o objetivo passa por fazer uma evolução para que possa evoluir e se transforme numa corrida internacional com o concurso de atletas nacionais e internacionais.

A “Kurida na Bersu” está divida em duas etapas: uma municipal, com partida de São Martinho e meta em Cidade Velha, e outra nacional, com partida de Terra Branca, Cidade da Praia, e meta na Cidade Velha.

A nível nacional, em masculino, venceu o fundista internacional cabo-verdiano Adilson Spencer, que se tornou tricampeão na competição. Em femininos, Edna Lima cortou a meta em primeiro lugar.

Os prémios da Corrida do Berço são variados estando na ordem de 2.000 a 18.000 escudos atribuídos a atletas que terminem até ao quinto lugar. Apesar de serem “prémios residuais”, são uma forma de incentivar a participação no evento.

A “Kurida na Bersu” está enquadrada nas festividades de Nhu Santu Nomi di Jesus (03 de Janeiro) e Dia do Município (31 de Janeiro) da Ribeira Grande de Santiago. A edilidade ribeira-grandense contou com apoio da Federação Cabo-verdiana do Atletismo e outros parceiros que todos os anos têm estado a colaborar na realização deste evento.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.